7 filmes de Halloween para quem já viu tudo de terror

Comemore o Dia das Bruxas com novos sustos

7 filmes de Halloween para quem já viu tudo de terror

Por: Jovem Nerd

Outubro ficou marcado na cultura popular como o mês do horror graças ao Halloween, uma tradição norte-americana que celebra o chamado Dia das Bruxas no dia 31. Essa época é querida especialmente pelos fãs de filmes de terror, que comemoram com maratonas regadas a sustos e sangue.

Com a popularidade do gênero, é comum que as festividades sejam acompanhadas dos clássicos imperdíveis que entraram para a história do cinema. Porém, os mais experientes aficionados por terror podem ter dificuldades para encontrar novidades. Pensando nisso, reunimos abaixo 7 filmes para quem já viu de tudo de terror. É claro que os mais experientes podem já ter conferido algumas das produções abaixo, mas certamente haverão novos sustos para experimentar.

10 Filmes para ver no Halloween se você odeia terror

Desejo e Obsessão (2001)

Desejo e Obsessão acompanha Shane (Vincent Gallo) e June (Tricia Vessey), casal norte-americano que vai a Paris durante a Lua de Mel. Chegando lá, o marido parte em busca do doutor Léo Sémeneau (Alex Descas), um velho amigo que pode ajudá-lo com um problema. Acontece que o doutor já está com a própria cota de questões pessoais misteriosas ligadas à sua esposa (Béatrice Dalle).

Dirigido pela cineasta Claire Denis, que co-escreveu o roteiro ao lado de Jean-Pol Fargeau, Desejo e Obsessãoé um dos mais famosos filmes do Novo Extremismo Francês. Esse movimento artístico, que inclui clássicos como Mártires e Grave, é conhecido por suas histórias chocantes e incômodas. É o caso desse filme, que mistura erotismo e sanguinolência em uma história moderna que presta homenagem a um clássico subgênero do horror.

Disponível para streaming na Reserva Imovision.

Império dos Cadáveres (2015)

Império dos Cadáveres é um anime de 2015 que adapta um livro inacabado de Satoshi Itō. O filme acompanha o Doutor Watson, personagem eternizado na literatura como aliado de Sherlock Holmes, que aqui é um estudante de medicina. Ele passa a fazer experimentos nos mortos com base nos estudos de um cientista chamado Victor Frankenstein, o que chama a atenção das autoridades e dá início à uma jornada aterrorizante.

Produzido pelo Wit Studio, estúdio responsável por animes como Attack on Titan e Vinland Saga, Império dos Cadáveres faz uma interessante mistura entre literatura e ficção histórica. Misturando personagens de universos como Frankenstein, Sherlock Holmes e até James Bond a personalidades reais, o filme se esforça para homenagear o conto de Mary Shelley ao mesmo tempo em que traz novos elementos para a mistura.

Disponível para streaming na Funimation.

O Presente (2015)

O Presente acompanha Simon (Jason Bateman) e Robyn (Rebecca Hall), recém-casados que se mudam para Los Angeles graças a uma oportunidade de emprego para o marido. Tudo vai bem até que ele reencontra Gordo, um antigo colega de classe de Simon que passa a aparecer sem avisar com presentes.

Escrito e dirigido por Joel Edgerton, que também interpreta Gordo, O Presente é um prato cheio para amantes de suspense psicológico. O filme conta com uma aura de mistério e apreensão que só aumenta graças à enigmática presença do “velho amigo”. Apesar de não reinventar a roda e contar com vários clichês, a história sabe usá-los com sabedoria e cria uma experiência que se destaca justamente quando ousa quebrar as expectativas.

Disponível para streaming no Amazon Prime Video e HBO Max.

O Animal Cordial (2017)

E é claro que não poderia faltar horror nacional nessa lista. O Animal Cordial mostra um restaurante de classe média que tem o azar de ser assaltado novamente após um curto período de tempo. Quando o crime alcança novamente seu estabelecimento, o dono Inácio (Murilo Benício) se une à garçonete Sara (Luciana Paes) para controlar a situação que envolve dois assaltantes, a equipe do local e alguns clientes.

Primeiro longa-metragem da diretora Gabriela Amaral Almeida, O Animal Cordial é resultado de uma mistura de elementos clássicos do terror, como o de invasão, slasher, vingança e até giallo. Com um roteiro surpreendente e atuações inspiradas do elenco, o filme usa o horror para retratar e criticar questões sociais do Brasil.

Disponível para streaming na Netflix e Globoplay.

O Sacrifício do Cervo Sagrado (2017)

O Sacrifício do Cervo Sagrado acompanha Steven Murphy (Colin Farrell), um médico que parece viver a vida perfeita ao lado de sua bela família. Tudo aparenta estar bem até que ele começa a ficar próximo de Martin (Barry Keoghan), jovem que é filho de um paciente que morreu na mesa de cirurgia de Steven. A presença misteriosa do rapaz começa a mexer com a cabeça e a vida do doutor.

Com direção do grego Yorgos Lanthimos, que já havia dirigido produções chocantes e peculiares como Dente Canino e O Lagosta, o filme é conduzido por uma estranheza crescente. O roteiro desafia o público com um ritmo que parece lento, mas que na verdade amplia toda a tensão psicológica dessa experiência fria e perturbadora.

Disponível para streaming no Amazon Prime Video.

Mandy: Sede de Vingança (2018)

Mandy: Sede de Vingança acompanha Red Miller (Nicolas Cage), um lenhador que vive uma vida pacata na floresta ao lado da companheira Mandy (Andrea Riseborough). A paz do casal chega ao fim quando uma seita liderada pelo sinistro Jeremiah Sand (Linus Roache) os alcança e coloca Red em uma insana jornada por vingança.

Apesar da sinopse indicar uma história previsível, assistir a Mandy é uma experiência única que dificilmente pode ser colocada em palavras. O diretor italiano Panos Cosmatos bebe de diferentes inspirações, que vão desde o giallo até o trash. Tudo isso para contar uma história que cria a atmosfera de um pesadelo psicodélico para desembocar a um banho de sangue catártico. Tudo isso acompanhado pela magistral trilha sonora de Jóhann Jóhannsson (A Chegada; Sicario) e uma das atuações mais inspiradas de Nicolas Cage, que é um show a parte.

Disponível para aluguel no Claro Video, Globoplay, Apple TV+.

Freaky: No Corpo de um Assassino (2020)

A mistura entre horror e comédia já rendeu grandes clássicos, então é justo que essa combinação se faça presente nessa lista. O representante da categoria é Freaky: No Corpo de um Assassino. O filme conta a história de Millie (Kathryn Newton), garota que se torna vítima do serial killer Açougueiro (Vince Vaughn). Porém, ao invés de morrer, a garota acaba trocando de corpo com o assassino.

Pela premissa, você já deve ter percebido que o filme é uma mistura de slasher com “troca de corpos” à lá Sexta-Feira Muito Louca. Essa combinação traz um sabor novo para os fãs que já sabem de cor o enredo de clássicos como Sexta-Feira 13, Pânico e afins. Essa pode ser uma recomendação menos inusitada, já que é um filme norte-americano produzido pela Blumhouse (casa dos novos Halloween, Atividade Paranormal e etcs). Porém, Freaky parece ter passado batido para muita gente por ter saído durante o auge da pandemia.

Disponível para streaming no Telecine.