Nadal domina Ruud e conquista o 14º título de Roland Garros

Espanhol vence norueguês com facilidade e amplia recorde de troféus de major no tênis masculino chegando a 22

Nadal domina Ruud e conquista o 14º título de Roland Garros

Por: Globoesporte

Rafael Nadal venceu Casper Ruud com facilidade por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/3 e 6/0, e conquistou o 14º título de Roland Garros da carreira neste domingo em Paris. O espanhol chega a 22 títulos de grand slam, ampliando o próprio recorde no tênis masculino.

Top 5 grand slams na era aberta do tênis masculino

RAFAEL NADAL (ESP)    22
Novak Djokovic (SER)    20
Roger Federer (SUI)    20
Pete Sampras (EUA)    14
Björn Borg (SUE)    11

Fonte: ATP

- Para mim, pessoalmente, é muito difícil descrever os sentimentos que eu tenho. Pensar que estaria aqui aos 36, sendo competitivo de novo, significa muito para mim. Eu só queria dizer muito obrigado a todo mundo, muito obrigado a Paris. É incrível jogar aqui, com vocês - afirmou Nadal.

"Não sei o que vai acontecer no futuro, mas eu vou continuar lutando para voltar aqui muitas vezes", completou.
Nadal levanta o troféu de Roland Garros e é ovacionado pela torcida

Apesar dos problemas físicos e das dores crônicas no pé causadas pela Síndrome de Müller-Weiss, o Touro Miúra teve uma das trajetórias mais impressionantes da carreira na França. Foram quatro vitórias sobre tenistas top 10 do mundo na campanha (Auger-Aliassime, Djokovic, Zverev e Ruud), sendo duas dessas partidas superando as 4h.

- A primeira e mais importante coisa é parabenizar Rafa. É a 14ª vez aqui, a 22ª em grand slams. Eu senti o que é jogar contra você em finais. Não é fácil. Não fui a primeira vítima. Obrigado por abrir sua academia para mim e espero que você continue jogando por muito tempo - afirmou Ruud depois da decisão.

Nadal tem na carreira 14 troféus em Roland Garros, 2 em Wimbledon, 2 no Australian Open e 4 no US Open, sendo o segundo jogador na história a ter pelo menos dois títulos de todos os majors. Djokovic se tornou o primeiro em 2021, em Paris.

Em se tratando apenas do grand slam francês, Rafael é o maior campeão da história com mais que o dobro de títulos do segundo, que é Björn Borg, dono de seis taças. Ivan Lendl, Mats Wilander e Guga aparecem na terceira posição com três campeonatos (contando apenas a era aberta).

O jogo
Nadal começou a partida com controle absoluto dos pontos. Nos dois primeiros games, Ruud sequer conseguiu ameaçar o espanhol que controlou os pontos tanto no próprio saque quanto no do norueguês para abrir 2/0 logo de cara.

Graças a duas duplas faltas de Rafa, Casper conseguiu devolver a quebra logo na sequência, mas seguiu errando demais e foi incapaz de empatar a partida. O espanhol conseguiu vencer o quarto game e manteve a vantagem que tinha. Bastou administrar a frente para garantir a vitória no primeiro set por 6/3.

Casper Ruud voltou mais agressivo para a segunda etapa. Ganhando os pontos mais rápidos, o norueguês tentou forçar mais os golpes para tirar Rafael Nadal do conforto e a estratégia deu certo no início, conseguindo uma quebra para abrir 3/1.

Mas Nadal manteve a tranquilidade e respondeu imediatamente, devolvendo para fazer 3/2, alongando os pontos e fazendo o adversário se defender e errar. O Touro Miúra mostrou repertório, variou os golpes e conseguiu a virada para fechar o set em 6/3, ficando a um set do 14º título em Paris.

2° set - Ruud busca uma curtinha do Nadal e devolve com um tapa na cruzada, 40/15

Ao longo das 17 participações no grand slam de Paris, por 90 vezes Nadal abriu 2 sets a 0 sobre os rivais e nunca perdeu um jogo depois disso. O começo do terceiro set mostrou porquê. Rafa entrou firme no jogo, abriu 3/0 logo de cara, encaminhando o 14º título da carreira na capital francesa.

Casper Ruud sentiu o começo do terceiro período e praticamente se entregou em quadra. Sem conseguir achar respostas, o norueguês levou um pneu e assistiu ao título do adversário dentro de quadra.