Voltz promete motos elétricas com radar… mas o que é isso?

A Voltz é uma marca brasileira, nascida em Recife (PE)

Voltz promete motos elétricas com radar… mas o que é isso?

Por: Motonline

A empresa brasileira Voltz pretende instalar radares em suas motos e scooters elétricas. Uma ideia com o intuito de prevenir acidentes e que deve ser colocada em prática já a partir de 2023. Confira como funciona o sistema, que já equipa modelos premium de marcas como Ducati e Triumph.

Motos elétricas com tecnologia de alto padrão
A Voltz é uma marca brasileira, nascida em Recife (PE). Com o diferencial da motorização elétrica, a empresa tem atraído um novo público, focado em economia e novas alternativas de combustível.

motos elétricas da voltz
Radar nas motos da Voltz deve ser instalado na dianteira, monitorando o que se passa durante a condução

Agora, a nova aposta da pernambucana vai para o campo da segurança na estrada. Para isso, a marca já testa radares em suas motos. São dispositivos chamados de Sistemas Avançados de Assistência ao Condutor – ADAS (Advanced Driver Assistance System).
motos elétricas - painel da voltz
Radar pode monitorar pontos cegos

Esse sistema, quando ativo, pode alertar o motociclista sobre o risco de uma colisão, tanto frontal quanto em cruzamentos. Por meio de um radar na dianteira será possível monitorar os veículos nas faixas vizinhas.

O recurso será capaz de avisar sobre possíveis perigos ao condutor mudar de faixa. Com isso, o radar vai ficar a cargo de monitorar pontos cegos. Futuramente, a Voltz também pode vir a adotar sistemas ativos. Recursos que além de alertar atuem na aceleração ou freios das motos elétricas, para prevenir um acidente.

motos elétricas da voltz na loja
A Voltz é uma empresa brasileira que produz veículos elétricos e já possui até sua loja própria em São Paulo

Sistema já equipa motos da Ducati e Triumph 
Atualmente, a Voltz conta com duas motos elétricas em seu catálogo. São a street EVS e o e scooter EV1, além de um triciclo para cargas. Segundo David Stanete, diretor de tecnologia da marca, o radar vai equipar as motocicletas a partir do ano que vem.

Trata-se de um plano bastante arrojado. Aqui no Brasil, esse tipo de sistema semelhante é utilizado apenas nas big trail premium Ducati Multistrada V4S e na Triumph Tiger 1200. Com isso, poderia ser a popularização do recurso, oferecendo em modelos na faixa dos R$ 15 a R$ 25 mil uma função vista em motos que partem dos R$ 100 mil atualmente.

A poderosa Ducati Multistrada V4S é uma das poucas que já contam com radares e tem muitas diferenças com as Voltz, a começar pelo preço. Enquanto as motos elétricas custam menos de R$ 25 mil, a Ducati tem preço sugerido de R$ 149.990

De acordo com o diretor da Voltz, em um trânsito como o de São Paulo, por exemplo, esse sistema pode evitar muitos acidentes. Além disso, a iniciativa da marca, uma vez que se torne realidade, pode ser o início de um novo padrão que se tornará cada vez mais comum nas motos.

Voltz promete motos elétricas com radar... mas o que é isso? - Motonline